Warning: Use of undefined constant REQUEST_URI - assumed 'REQUEST_URI' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /homepages/5/d357920797/htdocs/msimondelima/wp-content/themes/jupiter/functions.php on line 73
Prova da OAB, no tempo certo - Marcia Simon de Lima. Venha aprender a redigir petição inicial do zero.

Prova da OAB, no tempo certo

 em Articles

Qual é o tempo certo para fazer a prova da OAB? No nono período, no décimo ou depois de formado?

A questão do tempo sempre atormentou a humanidade. Talvez por isso mesmo o sábio Salomão tenha cuidado de sentenciar, em Eclesiastes 3: “Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu. Há tempo para plantar e tempo para colher.”
O profeta estava certo. Querer que algo aconteceça quando o processo necessário ainda não aconteceu é como querer um aborto, e não um nascimento. Assim como não fazer o plantio e querer colher é loucura. Explico melhor com esta narrativa:

Laís tem 25 anos, está no nono período do seu curso de Direito, pagará 10 discipilnas este semestre, mais o TCC. Trabalha durante o dia e estuda a noite. Ela acha que a hora de fazer a prova da OAB é essa, seu tempo da OAB é agora”.

Mas a menos que Laís tenha feito um super curso de Direito e tenha se preparado na sala de aula para o exame da Ordem (tenha plantado), suas chances de passar (colher) serão ridículas. A reprovação estará a espreita!

Ana Maria tem 42 anos, terminou o curso de Direito há três anos, já fez sete provas da OAB, sem sucesso. Para todos os exames ela prometeu que estudaria seis horas por dia, resolveria questões e faria simulados. Mas só conseguiu cumprir sua promessa nas duas primeiras semanas. Ela também não plantou ainda. Mas acredita que “[…]há tempo para todo o propósito debaixo do céu.” E o tempo dela ser aprovada ainda não chegou. Nem vai chegar, se ela não plantar.

Vamos pensar juntos: aprovação na OAB, assim como um plantio e uma colheita, requer preparo (racional e emocional). Tanto Laís, quanto Ana Maria não cuidaram do seu plantio adequadamente. A primeira sequer teve tempo, a segunda não otimizou seu tempo corretamente.

É preciso entender que há coisas na vida da gente que não exige aconteceimentos extraordinários para acontecer. É um olhar prático e estratégico que fará a hora da colheita chegar.

Um dos indicadores de que o tempo chegou é o sentimento de que já deveria ter acontecido. Diferentemente de alguém que pretende passar no exame da OAB ainda estudante, alguem que já concluiu o curso entrou em um limbo. A menos que esse Bacharel em Direito esteja em estado de letargia ou tenha planos concretos que não envolvem sua inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil, o tempo de ser aprovado já chegou e requer um correto plantio.

Não confunda falta de coragem em enfrentar seus medos com “há tempo para tudo e o meu ainda vai chegar”. Sem enfrentar o que está gritando para ser enfrentado, ou priorizar o que precisa de prioridade, você cria dores e prolonga sofrimentos.

Adiantar-se ou atrasar-se na tarefa de ser aprovado no Exame da Ordem são modos diferentes de negligenciar aquilo que precisa ser feito.

“Há tempo para tudo debaixo do céu”. Inclusive para identificar que o tempo ainda não chegou, ou que já está passando.

Se isso faz sentido para você, deixe abaixo seu comentário. Terei prazer em dedicar meu tempo a lê-lo. 🙂

Um abração e muito sucesso!

Márcia

 

Postagens Recentes

Deixe um Comentário